Ingresso

Sintra: Ingresso Parque e Palácio Nacional da Pena

Sintra: Ingresso Parque e Palácio Nacional da Pena

Fornecedor da atividade: GetYourGuide Tours & Tickets GmbH
Esgota rápido Reservado 124 vezes ontem

A partir de 14 € por pessoa

Esgota rápido Reservado 124 vezes ontem

Maravilhe-se com o Palácio da Pena, uma das atrações turísticas mais magníficas e características de Portugal. O palácio é um exemplo perfeito da arquitetura romântica do século XIX e está situado sobre o topo do segundo maior pico da Serra de Sintra.

Sobre este ingresso

Cancelamento grátis
Cancele com até 24 horas de antecedência e obtenha reembolso integral
Prevenção Covid-19
Medidas especiais de segurança sanitária foram adotadas. Saiba mais
Válido por 1 dia
Consulte a disponibilidade para ver os horários de início.
Sua reserva será confirmada dentro de 48 horas
Após o pagamento, você receberá do fornecedor da atividade a confirmação da sua reserva.

A experiência

Destaques
  • Admire a beleza de Sintra a partir de uma das colinas mais altas da região
  • Maravilhe-se com o estilo de arquitetura romântico do século XIX
  • Explore as florestas e a beleza natural do Parque da Pena
  • Poupe tempo e desfrute de acesso sem fila
  • Tire fotos fantásticas deste monumento emblemático do país
Descrição
Situado na parte oriental do Parque da Pena, o belíssimo Palácio da Pena é acessado por uma rampa íngreme construída pelo Barão de Eschwege. O palácio em si é composto de duas alas: o antigo mosteiro manuelino da Ordem de São Jerônimo e a ala construída no século XIX pelo rei Fernando II. Ambas as alas são rodeadas por uma terceira estrutura arquitetônica que é uma fantástica versão de um castelo imaginário. É possível caminhar por toda a extensão de suas muralhas, que compreendem torres de vigia, um túnel de entrada e até mesmo uma ponte levadiça. Em 1838, o rei Fernando II adquiriu o antigo mosteiro da Ordem de São Jerônimo, o Nossa Senhora da Pena, que foi construído pelo rei Manuel I em 1511 no topo da colina acima de Sintra. O edifício foi desocupado em 1834, quando as ordens religiosas foram suprimidas em Portugal. O mosteiro possuía um claustro e seus anexos, a capela, a sacristia e um campanário, que atualmente formam a seção norte do Palácio de Pena, ou o Palácio Velho, como é conhecido. O rei Fernando ordenou que fossem feitas reformas no antigo mosteiro, que, de acordo com as fontes históricas da época, estava em péssimo estado. Todo o andar superior foi remodelado. Os 14 cubículos usados pelos monges foram substituídos por cômodos de maior tamanho com tetos abobadados, que podem ser vistos até os dias de hoje. Por volta de 1843, o rei decidiu ampliar o palácio através da construção de uma nova ala (o Novo Palácio) com cômodos ainda maiores (o Grande Salão é um bom exemplo disso), terminando em uma torre circular ao lado das novas cozinhas. O trabalho da construção foi liderado pelo Barão de Eschwege. Em 1994, obras de reparação trouxeram de volta as cores originais do exterior do Palácio: rosa para o antigo mosteiro e ocre para o Novo Palácio. Ao transformar um antigo mosteiro em uma residência similar a um castelo, o rei Fernando mostrou que foi fortemente influenciado pelo romantismo alemão e que ele, provavelmente, encontrou sua inspiração nos castelos de Stolzenfels e Rheinstein, situados nas margens do Reno, bem como no Palácio de Babelsberg, em Potsdam. Esta enorme reforma do Palácio de Pena terminou em meados de 1860, embora mais trabalhos relativos à decoração interior também tenham sido encomendados em datas posteriores. O rei Fernando também ordenou que o Parque da Pena fosse plantado nas áreas ao redor do palácio no estilo dos jardins românticos da época. O parque reúne caminhos sinuosos, pavilhões e bancos de pedra colocados em diferentes pontos ao longo de suas rotas, bem como árvores e outras plantas originárias dos quatro cantos da terra. Desta forma, o rei aproveitou o clima ameno e úmido da Serra de Sintra para criar um parque totalmente novo e exótico com mais de quinhentas espécies diferentes de árvores. O Palácio da Pena foi classificado como Monumento Nacional em 1910, além de fazer parte da Paisagem Cultural de Sintra, listada como Patrimônio Mundial pela Unesco em 1995.
Inclui
  • Bilhete de entrada para o Parque e Palácio da Pena
  • Entrada para o Chalet da Condessa de Edla
  • Taxa de reserva online
  • Traslado de ida e volta do seu hotel
  • Alimentação
  • Excursão guiada
Prevenção Covid-19
Medidas de segurança em vigor
  • Todos os itens em contato direto com os participantes são frequentemente desinfetados
  • Número limitado de participantes para evitar aglomeração
Deveres do visitante
  • Você deverá trazer e usar sua própria máscara

Selecione número de participantes e data

Participantes

Data

Ponto de Encontro

Para chegar ao Palácio da Pena de carro a partir de Lisboa: Se conduzir até Sintra, apanhe o IC19 (de Lisboa), IC30 (de Mafra) ou EN9 (saindo da autoestrada A5 para Cascais). Ao chegar ao centro histórico da vila, verá uma placa vertical que indica o caminho para a Pena (3,5 km). Coordenadas GPS: 38º 47' 16,45” N 9º 23' 15,35” W Transporte público de Lisboa a Sintra: De comboio (Comboios de Portugal) – Apanhe a Linha de Sintra com as estações de partida da Estação do Oriente, Estação do Rossio ou Estação de Entrecampos. De autocarro de Sintra (centro histórico) para o Palácio Nacional da Pena: Apanhe o autocarro Scotturb n.º 434, que vai da estação ferroviária ao Palácio da Pena. Os estacionamentos na entrada do Parque da Pena são limitados e têm um custo extra. Não há estacionamentos até o palácio.

Abrir no Google Maps ⟶
Informações importantes

Bom saber antes

  • Os ingressos são válidos para a data e horário selecionados, e você não poderá acessar o palácio antes ou depois. O voucher do GetYourGuide não é o seu ingresso, e você não pode usá-lo para acessar o palácio. Você receberá o bilhete oficial em um e-mail separado.
  • Este ingresso permite que você evite a fila da bilheteria. Pode ser preciso aguardar na fila da entrada do palácio
  • Nos dias 24 e 25 de dezembro, e 1 de janeiro, os Parques de Sintra não abrem. Nos dias 31 de dezembro até às 15h, e nos dias 2 e 3 de janeiro, das 10h às 13h, a última entrada acontece ao meio-dia
Avaliações

Avaliação geral

4,2 /5

Com base em 4371 avaliações

Detalhes da avaliação

  • Qualidade-preço
    3,9/5
  • Serviço
    4,2/5
  • Organização
    4/5

Ordenar por:

Tipo de viajante:

Estrelas:

Bastante lotado, mas bastante tranquilo em comparação com os locais turísticos franceses mais populares. No entanto, os terraços carecem de manutenção (escurecidos e um pouco dilapidados em comparação com as fotos no site. Interiores bonitos, mas não o suficiente em comparação com a espera para acessá-los ... mas é realmente para ser visto.)

Ver mais

10 de agosto de 2022

Localização especial (grande). Mas você anda um após o outro no palácio. Você pode tirar fotos com segurança dentro de todos os avisos. E não estar na entrada a tempo também não foi problema. Agora havia uma fila de 45min enquanto você é solicitado a estar presente com 15min de antecedência. É uma pena que vários sinais com informações estejam no final dos quartos, não é lógico se você quiser ler e assistir. Mas também, se você gosta de história, arquitetura e realeza, eu definitivamente recomendo. O parque ao redor é tão grande. Você pode 'entreter'-se lá por um dia.

Ver mais

6 de agosto de 2022

Embora haja um ônibus público da estação de trem para o Palácio, as filas são longas. Menos estressante é pegar um tuktuk e não muito caro, principalmente se estiver em grupo. Esteja preparado para as longas filas para entrar no Palácio, chegamos ao meio-dia e a espera foi de 45 minutos.

5 de agosto de 2022

ID do produto: 79596