Museu do Apartheid

Selecione as datas para conferir as atividades disponíveis

Joanesburgo: Principais Pontos Turísticos

Museu do Apartheid: Avaliações de outros visitantes

Avaliação geral

4.6 / 5

Com base em 570 avaliações

O tour por Joanesburgo foi excelente. O guia Alain (que fala português) foi bastante pontual ao me pegar no hotel e foi também bastante informativo, tanto durante os percursos que fizemos quanto dentro dos locais em que paramos. Ele foi muito simpático durante todo o passeio, apresentando locais e histórias que, certamente, não conseguiríamos obtê-los por conta própria. Para quem tem pouco tempo na cidade, recomendo bastante este tour, que inclui passeios por três locais (alguns bairros da cidade, Soweto e Museu do Apertheid).

O ônibus hop-on hop-off é ótimo, porém ao trocar para a van que leva ao Soweto, foi um terror. Sem ar-condicionado e muito apertado, pois a guia que organizou as pessoas fez com que todos fôssemos muito apertados. Ao chegar à rua em que Mandela morou, foi dada a opção de ficar por lá e ir em outra van na volta. O guia que ficou conosco lá foi super simpático e nos deu dicas de restaurantes e nos avisou o horário da van da volta. Daí foi ótimo. Peça para ficarem e irem na próxima van, porque a parada é muito curta.

Passeio obrigatório para quem vem a Joanesburgo. Buscaram-nos no hotel pontualmente; fizemos todo o percurso em carro confortável (ar-condicionado é fundamental nesta época de calor aqui); houve paradas para fotografias sem açodamento; e o guia Jim foi extremamente atencioso, além de conhecer em detalhes as histórias por trás dos marcos turísticos.

O ônibus é bem bacana. Saiu no horário certinho e os atendentes são muito atenciosos. Porém, não recomendo o ônibus com soweto. Nos enfriaram dentro de uma van pequena, sem ar condicionado. Chegamos em soweto e tudo foi bem superficial. Só descemos para ir na casa do Mandela pq quase foi necessário brigar.

Passamos pelo centro da cidade, pela ponte Nelson Mandela, o mirante no edifício Carlton, uma mina antiga de ouro no subsolo de um banco, museu do Apartheid, a casa do Mandela, o bairro Soweto... tudo muito bem explicado e com tempo adequado. Adorei.